sexta-feira, 29 de junho de 2012

Como Lidar Com Adolescentes E Jovens Cristãos



Eu percebo que um equívoco grande é cada um de nós querer levar consigo todas as pessoas. Seja para um posição política, religiosa ou nas artes, a certeza de se estar certo conduz a um evangelismo-discipulado distante da totalidade de seu potencial. Somos impelidos pela paixão a angariar o maior número de adeptos ao nosso motor motivacional. Isso gera retrabalho e perda de tempo. Deixe-me exemplificar com a Bíblia Sagrada.

Jesus chega para o cobrador de impostos, Levi, e diz: Segue-me! Ele se levantou e, deixando tudo, o seguiu [Lc 5.27-28]. Daí, para sua tranquilidade, leitor, saiba que aqueles que tiverem de vir, virão. Caminhe, exerça o cristianismo, e tantos serão tocados e estimulados pelo seu testemunho. Tantos, mas não todos. Foi assim com Jesus, abandonado a certa altura por muitos discípulos que consideraram seu discurso pesado. Será assim com você também.

Obviamente que, dependendo das circunstâncias, pode-se haver uma insistência maior com A ou B, mas se você se contentar apenas quando todos estiverem com você na sua causa, você castigará a si próprio. Porque as pessoas são diferentes, têm seu próprio ritmo e suas escolhas. É incrível quando se aprende a respeitar o "não tô a fim" alheio. Não por indiferença, por birra ou querer dar o troco. O respeito flui da maturidade e traz leveza de alma.

Assim, valorize seus "Levis"! É fantástico quando acontece essa química, é um presente de Deus a qualquer um que trabalha com discipulado. Eles virão, não em grande quantidade, mas sempre virão. A estes, o seu melhor. Aos outros, o que por eles é desejado - seu razoável, talvez. Para que não haja desperdício de energia e ninguém morra engasgado por ter recebido alimento sólido quando tudo o que deseja é apenas leite.

Compreenda o momento de cada um, pois, desta forma saberá receber da melhor maneira os que chegarem depois. Aqueles que taparam os ouvidos para o seu discurso, mas, agora, perguntam como era mesmo aquela questão? Fazendo isso, mais do que imposições, fadigas e chateações, o amor pelo próximo será manifesto de forma límpida e suficiente.

Permaneçamos firmes!

Compartilhe
Bookmark and Share

ndo tudo, levantou-se e o seguiu.
Lucas 5:27-28
E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me.

E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu.
Lucas 5:27-28

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba Nossas Atualizações Por Email!

Link Within

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...