quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

A Importância Da Cobertura Espiritual #03. Eu Quero Aprender Mais, Você Pode Me Ajudar?


Você é capaz de contra-argumentar a favor da doutrina da cobertura espiritual?


Pois estou com dúvidas. Por exemplo:

1) Por definição: "Comparamos a aliança de cobertura a um casamento. O “divórcio” só pode acontecer em caso de pecado e escândalo, que compromete o testemunho da aliança. Porém Satanás criará de todos os argumentos para que este relacionamento acabe, temos que vigiar, pois um cordão de três dobras não arrebenta facilmente".

1.1) Como explicar o racha no G-12 brasileiro, no qual o principal líder veio a se desvincular de sua cobertura colombiana sem motivo de pecado ou escândalo? E os que dele se desvincularam e adotaram outros como cobertura espiritual a seu próprio critério?


2) Por definição: "Nunca aceitaremos cobrir um pastor com falhas profundas no caráter e que não esteja disposto a mudar o seu comportamento".

2.1) Nesse caso como ficam as ovelhas do pastor? Se você congrega num lugar onde o pastor está em pecado, logicamente ele não ora por você. Então, como pode você continuar de pé se está descoberto espiritualmente?


3) Cobertura não significa governo, mas significa paternidade, proteção espiritual e amizade profunda [...]. Há muita semelhança entre cobertura e discipulado, claro que se alguém é meu discípulo, está sobre minha cobertura, mas nem todos que estão sob minha cobertura são necessariamente meus discípulos, a não ser no aspecto do caráter.

3.1) Como explicar se comparado com as palavras de Jesus: "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado". Mateus 28:19-20? "E a ninguém na Terra chameis de vosso Pai, porque vosso Pai é um que está nos céus" Mateus 23.9?


4) Há um princípio bíblico através do qual eu devo abençoar financeiramente o pastor que me cobre. Veja por exemplo:

Paulo escreveu a igreja de Corinto, na qual ele cobria: 
I Coríntios 9:11 “Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito recolhermos de vós bens naturais?”

Também escreveu aos Gálatas: 
Gálatas 6:6 “Mas aquele que está sendo instruído na Palavra faça participante de todas as coisas boas aquele que o instrui.”


Entendemos que uma maneira ideal para que o coberto semeie em nossa vida é oferecendo seu dízimo pessoal, afinal ele está semeando naquele que é “fonte de águas” sobre seu ministério

Nosso entendimento é o de que o pastor não deve dizimar e primiciar no caixa de sua igreja, pois, se ele come do caixa da igreja estará dessa forma comendo sua própria semente.

MAS ATENÇÃO! Sem dúvida essa deve ser uma decisão de cada pastor de dizimar e primiciar no pastor que o cobre. Porém, sem dúvida naturalmente discerniremos o nível do comprometimento do coberto, da maneira que ele honra seu profeta (Mateus 10.41,42)

Quando o coberto honra sua cobertura, ele está dando autorização para que a cobertura ensine sua igreja a honrá
-lo da mesma maneira.

4.1) Jesus não é a nossa fonte?

4.2) Se o dízimo é para suprir as necessidades da igreja local por que o pastor não deveria dizimar na própria igreja e sim procurar uma outra para fazê-lo? Não é ensinado para os membros que eles não podem fazer isso?

4.3) O nível de comprometimento do coberto não será constatado de maneira muito subjetiva? Pois uma boa semente para um pode não ser uma boa semente para outro. E essa constatação não seria fruto do temível julgamento alheio? Ou seja, não posso julgar meu irmão para não ser julgado, mas posso julgar o valor da oferta dele para saber se ele está comprometido ou não?

Aos pouquinhos vou colocando outras dúvidas. Quem puder ajudar elucidando esses pontos...

Permaneçamos firmes!

*Observação: as definições foram retiradas do Manual de Cobertura Espiritual do Ministério Atos 2.

*Mensagens relacionadas (Clique em cima para ler):






sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Falar Mal De Pastor. Pode Isso?






É correto falar mal de pastores? É eficaz na defesa da fé?

Você foi despertado por um artigo desse estilo, críticas nominais a A ou B? 

Você concorda que eles são produtivos e edificantes para o crescimento espiritual?

Aperta o play aê, jhow! E ouça Falar Mal De Pastores que está em duas publicações. E deixe seus comentários, se possível no próprio Gengibre para ser publicado aqui.

#VamuPaCimaDessesCamaradas!

Permaneçamos firmes!

*Ah, tá vendo aquela enquete ali do lado direito? Vota lá, jhow, québra essa aê... :p

Créditos musicais:

a) Capítulo 4 Versículo 3 - Racionais Mc's;
b) Sou Função - Dexter


A Importância Da Cobertura Espiritual #2. Eu Quero Aprender Mais, Você Pode Me Ajudar?



Pois estou com algumas dúvidas. Por exemplo:

1) Por definição: "Quem busca cobertura é porque teve uma revelação do Senhor no seu espírito. Quem não busca cobertura é porque diz: “Minha alma me diz que eu não preciso de ajuda, que sou muito capaz de cuidar de tudo por mim mesmo, que eu estou sempre certo, que não preciso que ninguém se meta na minha vida, que a minha verdade é mais verdade que a sua” [...].

1.1) Esse ponto não parece contraditório? Porque primeiro afirma que aquele que busca cobertura é porque teve uma revelação do Senhor, logo, pode-se concluir que quem não busca é porque não teve revelação nenhuma. Em seguida, afirma-se que na verdade o não buscar trata-se de prepotência. Essa é a qualidade de todos os pastores desde a Reforma Protestante, igrejas históricas e pentecostal-tradicional? Visto que, cobertura espiritual é algo surgido no seio do neopentecostalismo; como explicar isso?


2) Por definição: "Todo pastor que caminha sem cobertura de fato está sujeito a que enganos entrem no seu coração; isso fatalmente acontecerá com todos os pastores que andam sozinhos; quem anda sozinho mais cedo ou mais tarde começará caminhar em enganos colocados pelo diabo no seu espírito".

2.1) O estudo sistemático da Bíblia mais oração não são mais suficientes contra os enganos do coração e dos ventos de doutrina? A cobertura espiritual complementa ou chega a ser mais eficaz contra os enganos? Como explicar isso comparando com a vida dos profetas do Antigo Testamento como Jeremias, por exemplo, que andava sozinho? E João Batista?


3) Por definição: "Sem proteção o pastor certamente cairá em uma das seguintes áreas:

a) Orgulho
b) Dinheiro
c) Área sexual
d) Enganos na área teológica ou mesmo filosófica".


3.1) Como explicar a queda de pastores nessas áreas dentro das igrejas que praticam a cobertura espiritual? Qual o embasamento bíblico para se afirmar que sem a cobertura, "certamente cairá" em uma dessas áreas?


Aos pouquinhos vou colocando outras dúvidas. Quem puder ajudar elucidando esses pontos...


Permaneçamos firmes!



*Observação: as definições foram retiradas do Manual de Cobertura Espiritual do Ministério Atos 2.

*Mensagem relacionada:





sábado, 16 de fevereiro de 2013

A Importância Da Cobertura Espiritual. Eu Quero Aprender Mais, Você Me Ajuda?




Pois estou com algumas dúvidas... por exemplo:


1) Por definição:  Ter cobertura é ter Proteção Espiritual. É ser pastoreado, é estar perto daquele que lhe cobre, é tomar a iniciativa de comunicar tudo: tudo sobre você e sua família, tudo sobre o seu ministério, tudo sobre as suas relações de trabalho, tudo sobre situações íntimas ou pecados ocultos. Andar sob cobertura é fazer confissão e andar em transparência; aquele que cobre não deve ter a atitude de domínio, contudo, quem é coberto, deve aceitar ser corrigido.

1.1) Na Igreja Perseguida, Ásia e África predominantemente, muitos cristãos não tem pastor porque simplesmente não há igreja (templo) e porque não há seminário ou qualquer tipo de discipulado para a preparação dos mesmos. Sendo assim, eles estão sem proteção espiritual? É por causa disso que muitos estão presos e tantos morrem?

1.2) Fazer confissão é um ato praticado pela Igreja Católica Romana e Igreja Ortodoxa. É parte do sacramento para remissão dos pecados. Não seria, então, algo contrário à igreja protestante a obrigatoriedade da confissão ao cobertor espiritual? Tiago 5.16 registra "Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros", logo, não há uma hierarquização na confidência. Pela definição do conceito inicial tem-se que o liderado confessa ao líder que confessa ao pastor que confessa ao bispo que confessa ao apóstolo que confessa a quem? E a cobertura do apóstolo confessa a quem? Quem é a cobertura da cobertura?



2) Cobertura é paternidade, todos nós precisamos ter pais espirituais. Buscar cobertura significa decidir estar debaixo de pastoreamento, vale dizer, debaixo de autoridade. Isso não é fácil, estar debaixo de cobertura é uma decisão difícil de tomar e mais difícil ainda de praticar.

2.1) Como explicar isso comparando a "E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus" Mateus 23:9?



3) Todos nós temos alguém debaixo da nossa autoridade, somos discipuladores. Se alguém não está sob autoridade não tem as condições necessárias para exercer essa mesma autoridade.

3.1) Como explicar isso comparando com "E, respondendo João, disse: Mestre, vimos um que em teu nome expulsava os demônios, e lho proibimos, porque não te segue conoscoE Jesus lhes disse: Não o proibais, porque quem não é contra nós é por nós". Lucas 9:49-50 ? Quem era a cobertura espiritual daquele que não seguia Jesus? Por que Jesus não o proibiu de continuar fazendo aquela obra?


Aos pouquinhos vou colocando outras dúvidas. Quem puder ajudar elucidando esses pontos...


Permaneçamos firmes!


Observação: as definições foram retiradas do Manual de Cobertura Espiritual do Ministério Atos 2.





Cristãos Na África: Relevância Social Por Meio De Seu Estilo De Vida E A Perseguição Do Imperialismo Moderno



"Imperialismo cultural: a agenda de direitos sexuais" é um documentário muito forte que desmascara como as nações ocidentais que fazem doações estão agora usando sua assistência financeira como arma para forçar nações menores a sujeitar-se à radical agenda de direitos sexuais".


A Igreja precisa se impor muito mais do que com manobras políticas, mas com exemplo de prática de seu discurso.

Quando um ímpio pensar em virgindade, temos que nos encontrar em condição de sermos apontados. Quando jovens caem em tentação sexual antes do casamento por tentação é um problema. Quando caem em tentação por convicção achando caretice esse papo de santidade e ainda zoam os que se esforçam em observar o mandamento, aí é calamitoso. Precisamos de cristãos como esses irmãos africanos. Convertidos e convictos de quem é Cristo e o que representa Sua palavra.

Quando um ímpio pensar em fidelidade conjugal, temos que nos encontrar na condição de sermos apontados. Temos que ser a transformação que pregamos. A Bíblia tem a saída para a sociedade corrompida, porém, ela quer o seu exercício e não apenas a sua proclamação. Sigamos o exemplo de nossos irmãos africanos!

Resistência!






segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

A Renúncia Do Papa Bento XVI e A Profecia De São Malaquias




Trecho de um documentário onde se explica a profecia de São Malaquias

.

Reportagem exibida num telejornal da Rede Globo
.


Artigo publicado em 2005 sobre o assunto com o título Será Verdadeira A Antiga Predição Católica Sobre O Número Dos Papas? [Clique Aqui para ler].


Meus comentários:

Oportunidade extraordinária para tirar a poeira dos livros escatológicos como o de Daniel e o de Apocalipse. Sim, neo-pentecostais, novos convertidos! Existem esses livros na Bíblia sim há bastante tempo e com muito mais assuntos do que apenas a cova dos leões ou o "eis que estou à porta e bato".

Apresentem-se ceifeiros e trabalhadores da última hora para com sobriedade discipular os néofitos quanto às doutrinas da segunda vinda de Cristo. Aprendamos juntos e edifiquemo-nos!

Permaneçamos firmes!




A Renúncia Do Papa Bento XVI e Possíveis Consequências Para Os Evangélicos No Brasil



Caríssimos Irmãos,
convoquei-vos para este Consistório não só por causa das três canonizações, mas também para vos comunicar uma decisão de grande importância para a vida da Igreja. Depois de ter examinado repetidamente a minha consciência diante de Deus, cheguei à certeza de que as minhas forças, devido à idade avançada, já não são idóneas para exercer adequadamente o ministério petrino. Estou bem consciente de que este ministério, pela sua essência espiritual, deve ser cumprido não só com as obras e com as palavras, mas também e igualmente sofrendo e rezando. 



Todavia, no mundo de hoje, sujeito a rápidas mudanças e agitado por questões de grande relevância para a vida da fé, para governar a barca de São Pedro e anunciar o Evangelho, é necessário também o vigor quer do corpo quer do espírito; vigor este, que, nos últimos meses, foi diminuindo de tal modo em mim que tenho de reconhecer a minha incapacidade para administrar bem o ministério que me foi confiado. Por isso, bem consciente da gravidade deste acto, com plena liberdade, declaro que renuncio ao ministério de Bispo de Roma, Sucessor de São Pedro, que me foi confiado pela mão dos Cardeais em 19 de Abril de 2005, pelo que, a partir de 28 de Fevereiro de 2013, às 20,00 horas, a sede de Roma, a sede de São Pedro, ficará vacante e deverá ser convocado, por aqueles a quem tal compete, o Conclave para a eleição do novo Sumo Pontífice.



Caríssimos Irmãos, verdadeiramente de coração vos agradeço por todo o amor e a fadiga com que carregastes comigo o peso do meu ministério, e peço perdão por todos os meus defeitos. Agora confiemos a Santa Igreja à solicitude do seu Pastor Supremo, Nosso Senhor Jesus Cristo, e peçamos a Maria, sua Mãe Santíssima, que assista, com a sua bondade materna, os Padres Cardeais na eleição do novo Sumo Pontífice. Pelo que me diz respeito, nomeadamente no futuro, quero servir de todo o coração, com uma vida consagrada à oração, a Santa Igreja de Deus.

Vaticano, 10 de Fevereiro de 2013.



Meus comentários:

O próximo papa terá o estilo carismático de João Paulo II ou o estilo mão-de-ferro de Bento XVI?

Sinceramente... eu acho que será tão ou mais carismático que João Paulo II e cairá nas graças de todas as religiões, inclusive dos evangélicos. Cabe lembrar que a Igreja Luterana já se aliançou com a igreja católica desde 1999. Leia a notícia Igreja Católica poderá aceitar pastores luteranos como sacerdotes em breve [Clique Aqui].

Ainda que sem tamanha popularidade, o último pontífice romano labutou e muito em prol do ecumenismo através de uma aproximação com a Igreja Ortodoxa e intento do mesmo com os protestantes.

"No que respeita ao diálogo com as Igrejas e Comunidades Eclesiais do Ocidente, observa-se em Bento XVI a preocupação – que vinha já dos seus tempos de Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé (lembre-se a Instrução Dominus Jesus) - de centrar o debate católico-protestante na questão da natureza da Igreja. Pressente-se aí a vontade de acentuar a exigência de um “ecumenismo da verdade”, que explicite até ao fim o sentido e o valor da visão católica da Igreja e provoque a possibilidade de um reexame da debilidade eclesiológica existente no campo evangélico" (Fonte: Ecclesia).

No Brasil, observa-se nos últimos anos uma proximidade entre padres e pastores quando o assunto é a homossexualidade seja no posicionamento a favor ou contrário. Leia a matéria publicada na "Isto É", cujo subtítulo é Padres e Pastores que lutam em prol dos direitos homossexuais irão participar da parada gay [Clique Aqui]

Portanto, será que o próximo papa irá contribuir ainda mais para o estreitamento dos laços entre católicos romanos e as grandes religiões? Cederão os ícones do evangelicalismo brasileiro às suas idéias?

Quem viver... verá!

Permaneçamos firmes!






quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Palavra De Vitória: O Que Ela Está Fazendo Com Os Milhões De Evangélicos No Brasil?







A servidão moderna é um livro e um documentário de 52 minutos produzidos de maneira completamente independente; o livro (e o DVD contido) é distribuído gratuitamente em certos lugares alternativos na França e na América latina. O texto foi escrito na Jamaica em outubro de 2007 e o documentário foi finalizado na Colômbia em maio de 2009. Ele existe nas versões francesa, inglesa e espanhola. O filme foi elaborado a partir de imagens desviadas, essencialmente oriundas de filmes de ficção e de documentários. 

O objetivo principal deste filme é de por em dia a condição do escravo moderno dentro do sistema totalitário mercante e de evidenciar as formas de mistificação que ocultam esta condição subserviente. Ele foi feito com o único objetivo de ATACAR DE FRENTE A ORGANIZAÇÃO DOMINANTE DO MUNDO.

Não devemos deixar que o inimigo nos vença, as antigas discussões de capela no campo revolucionário devem, com toda nossa ajuda, deixar lugar à unidade de ação. Deve-se duvidar de tudo, até mesmo da dúvida.

O texto e o filme são isentos de direitos autorais, podem ser recuperados, divulgados, e projetados sem nenhuma restrição. Inclusive são totalmente gratuitos, ou seja, não devem de nenhuma maneira ser comercializados. Pois seria incoerente propor uma crítica sobre a onipresença das mercadorias com outra mercadoria. A luta contra a propriedade privada, intelectual ou outra, é nosso golpe fatal contra a dominação presente.

Este filme é difundido fora de todo circuito legal ou comercial, ele depende da boa vontade daqueles que asseguram sua difusão da maneira mais ampla possível. Ele não é nossa propriedade, ele pertence àqueles que queiram apropriar-se para que seja jogado na fogueira de nossa luta.(Jean-François Brient e Victor León Fuentes)

Meus comentários:

Não se trata de acreditar ou não em teorias da conspiração, mas sim de exercer o senso crítico. Desde os tempos da escola, lembro da revolta nas aulas de História quando a professora contava sobre as receitas de bolo no Jornal Nacional em plena ditadura militar. Condicionamento é algo muito antigo. Olhe para o seu resultado nos programas de tv, na música, no estilo de vida promovido e vivido por bilhões de pessoas em todo mundo.

Assista esse documentário e responda: o evangelho que lhe é passado culto após culto lhe aproxima da servidão moderna ou lhe afasta? O que a palavra de vitória tem feito a milhões de evangélicos no Brasil? Cabe detectar traços da idiotização na promoção dentro das igrejas daquilo que Jesus Cristo nos ensina a não querer com todas as nossas forças. Observe:

  • As irmãs têm como tema predominante das conversas no banheiro o varão, a escova, o sapato e a bolsa?
  • Os irmãos têm como tema predominante das conversas no estacionamento o carro, o financiamento, o apartamento, o Iphone, a viagem?
  • Os jovens têm como tema predominante das conversas nos corredores namoro, faculdade, emprego, o primeiro carro?
  • Os líderes da igreja têm como tema predominante experiências pessoais relacionadas a compra do apartamento, a compra do carro,  os convites para pregar, a gravata, o sapato, o terno, a honra de Deus sobre suas vidas?
  • Você percebe certo ar de grandeza? A Bíblia no púlpito já foi substituída por um laptop ou um ipad
  • Os testemunhos de emprego e promoção no trabalho são tratados com naturalidade ou são super-valorizados?
Estes são questionamentos interessantes... pense, rapaz! Será que a vida é só trabalhar, adquirir coisas e morrer? Escolha o seu caminho e o evangelho que vai ensinar para os seus filhos.

Permaneçamos firmes!





terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Como Combater A Manipulação E Os Falsos Profetas?


Maneiras de ser instrumento para despertamento espiritual 



Eu penso que você pode ser alguém inconformado que deseja muito ver mudanças e participar das mudanças. Eu creio, porém, que para tudo existe um tempo e um modo certo de se fazer as coisas. Não que os fins justifiquem os meios, mas há leis que são universais e milenares, portanto, parecer ser mais sábio conhecê-las e seguí-las. Na luta em prol da verdade, vejo muita preocupação com a mentira. Eu mesmo me pego desalinhado, broncadão, precisando da mão poderosa do Senhor a endireitar minhas veredas para que eu não erre o alvo. É sobre isso de que trata essa postagem.

Publiquei uma sequência chamada "Como Ter Discernimento - A Série" [Clique Aqui] para trazer à luz as técnicas utilizadas pelos falsos profetas para confundir e usufruir de suas ovelhas. Repare uma coisa: quantos nomes foram citados? Cada exemplo verídico foi tratado dentro da impessoalidade porque mudam-se os nomes mas as personagens desempenham os mesmos papéis. Manipulado e manipulador. Sistema versus Resistência. Anos se passam e quando você conversa com a velha guarda, ouve muito "Ih, isso aconteceu comigo anos atrás". Por isso, na série, se pessoas não foram expostas, suas idéias e ações sim. É isso!


Atirar nos falsos profetas pode ter efeito contrário para o despertamento espiritual


Nossa luta não é contra carne e nem contra o sangue. Se entre o alvo e você houverem pessoas, desvie o quanto puder, pois fazendo assim você não perderá o ouvido dos fiéis. Sim, tenha certeza de uma coisa: quanto mais se critica um líder, mais seus liderados o idolatram. Isto porque eles são previamente alertados e condicionados a rebaterem qualquer palavra diferente do seu mundinho. Não são a esses que você quer acordar? Como conseguir repelindo-os com ataques aos seus "pais" espirituais? A tática mais sábia é aquela da muralha de Jericó.


A sutileza sabota a manipulação


Mantenha-se por perto de uma forma ou de outra. Tenha paciência para ouvir as abobrinhas sem revidar. Não seja direto, seja indireto e como um bom boxeador lance um jab de vez em quando sob a forma inesperada de uma pergunta. Já reparou o jargão plantado nas mentes dos evangélicos? A dúvida é do diabo. Eu já escrevi sobre isso aqui no Pregação dos Loucos, A Dúvida É Do Diabo. Será Mesmo? [Clique Aqui]. Ela é demonizada não por acaso. A dúvida aparece de uma reflexão, de um momento de introspecção, uma conversa consigo mesmo. Nem sempre, como eu já disse, ela provém de satanás, mas pode ser um grito de socorro da prudência, uma ponte para um livramento divino.

Portanto, meu caro inconformado com esse mundo, não desperdice sua energia. Primeiro para não entristecer o Espírito Santo de Deus e segundo para não ferir o coração de quem você tanto ama e pretende despertar. Não é um coração ferido mais difícil de se ganhar que uma cidade inteira? Tenha calma, visto que  cada um tem um tempo de maturação para ouvir determinadas verdades, inclusive, não só para ouví-las, mas para entendê-las. E tem mais, é dado a cada um o direito de quebrar a cara! Não tem jeito, por mais que você deseje poupá-las, as pessoas precisam de suas próprias experiências, até mesmo das mais amargas.

Permaneçamos firmes!




domingo, 3 de fevereiro de 2013

Pregação Dos Loucos No Sound Cloud





A partir de agora vamos utilizar mais esta ferramenta para disseminar a verdade do evangelho do Reino. 

Espero que possam curtir e compartilhar com outras mentes pensantes a fim de que todos os eleitos cheguem ao conhecimento pleno.

Vamos colocar nossas cabeças, nossas canetas, nossos mouses e teclados a serviço do Deus de Israel. Se você quiser fazer parte, é só colar!

Permaneçamos firmes!


sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Série Discernimento # 08: Ataque O Pastor E As Ovelhas Se Dispersam



Essa postagem é sequencial integrando a coleção Como Ter Discernimento Espiritual - A Série. Clique Aqui  para entender o contexto e o intuito do texto abaixo.


LEI 42 - ATAQUE O PASTOR E AS OVELHAS SE DISPERSAM


JULGAMENTO

A origem dos problemas em geral pode estar num único indivíduo forte - o agitador, o subalterno arrogante, o envenenador da boa vontade. Se você der espaço para essas pessoas agirem, outros sucumbirão à sua influência. Não espere os problemas que eles causam se multiplicarem, não tente negociar com eles - eles são irredimíveis. Neutralize sua influência isolando-os ou banindo-os. Ataque a origem dos problemas e as ovelhas se dispersarão.


ALGUNS TÓPICOS DA LEI

# Em qualquer grupo, a origem dos problema é uma só: aquele sujeito infeliz, cronicamente insatisfeito, que sempre criará desavenças e contagiará o grupo com seu mau humor. Antes mesmo que você perceba, a insatisfação já está disseminada. Aja antes que seja impossível resolver caso por caso, ou saber como tudo começou. Primeiro reconheça os causadores dos problemas por sua presença autoritária, ou por sua natureza lamurienta. Identificando-o, não tente corrigí-lo ou agradá-lo - isso só vai piorar as coisas. Não ataque direta ou indiretamente, pois são venenosos e trabalharão em segredo para destruí-lo. [...] Exile-os antes que seja tarde demais. Separe-os do grupo antes que se tornem o olho do furacão. Não lhes dê tempo para gerar ansiedades e semear descontentamentos; não lhes dê espaço para agir. Que sofra um só, para que o resto possa viver em paz.

# Aprenda a lição: não perca tempo chicoteando em todas as direções o que parecer ser um inimigo de muitas cabeças. Descubra quem importa - a pessoa com força de vontade ou esperteza ou o que é mais importante, carisma. Por mais que isso lhe custe, tire esse indivíduo dali, pois uma vez ausente os seus poderes perdem o efeito. O seu isolamento pode ser físico (exilando ou mantendo-o longe da "corte"), político (estreitando a sua base de apoio) ou psicológico (alienando-o do grupo por meio de calúnias e insinuações). O câncer começa com uma única célula; extirpe-a antes que se torne incurável.

# Um elemento-chave nos jogos estratégicos é isolar o poder do inimigo. No xadrez você tenta encurralar o rei. No jogo chinês de go você tenta isolar as forças inimigas em pequenos bolsões, deixando-os imóveis e ineficazes. Quase sempre é melhor isolar os seus inimigos do que destruí-los - você parecerá menos brutal. O resultado, no entanto, é o mesmo, pois no jogo do poder o isolamento significa morte.

A forma de isolamento mais eficaz é quando você separa as suas vítimas da sua base de poder. Quando Mao Tsé-tung quera eliminar um inimigo da elite governante, não o enfrentava logo; trabalhava silenciosa e furtivamente para deixá-lo isolado, para dividir os seus aliados e afastá-los dele, reduzindo o apoio que lhe davam. Não demorava muito para o sujeito desaparecer.


APLICAÇÃO NO UNIVERSO EVANGÉLICO

Alguém é retirado de uma função. Verdade: aplicação da lei. O que eles contam: ele merece um descanso.

Alguém é retirado da liderança. Verdade: aplicação da lei. O que eles contam: Deus tem algo novo pra ele.

Alguém é desligado da igreja sumariamente. Verdade: aplicação da lei. O que eles contam: ele pediu pra sair.

O isolamento é para forçar a saída da ovelha-problema. Tire-a das atividades e faça sentir-se deslocada, sem ambiente, mas faça sempre com traje de espiritualidade e bondade. É para o bem dela, para ela ter mais tempo de buscar a Deus. Agora é tempo só de receber. Alguns roem a corda de imediato, poucos suportam o mau cheiro e esperam a baleia vomitá-lo. Uma vez fora, pintam-lhe a caveira, regozijam-se com seu poder. Pensam que o problema está resolvido. Será?


CONTRA-PONTO

A ausência física pode resolver parte do problema para o manipulador, porém, como ele fará para apagar as lembranças? Como fazer para apagar a convivência? Momentos são reais e marcam. É o que fica. Mais do que palavras, atitude. Principalmente quando elas transparecem autenticidade. Os que ficarem terão a lembrança quase que como um fantasma, uma chama que ainda desvanecendo irá tomar fôlego vez ou outra.   O isolamento cria lendas... que serão eternizadas pela história. Quem nunca suportou a presença, terá que conviver com o nome. E aquele maluco lá?, alguns perguntam. Enfim...

Você pode falar o que quiser e fazer o que quiser. O agradecimento nos olhos daqueles que conhecem a verdade, basta. Inclusive, seu menosprezo também. Quando finge não conhecer, quando finge não ver para não ter que cumprimentar, finge que nós nunca existimos... nossas digitais estão por toda parte! Nossa presença incomoda. Pense nela nos cultos de santa ceia...

Muito obrigado por nos transformar em lenda!


Mensagens da série (clique no título para ler)

Série Discernimento #01: Jogue Com A Necessidade Das Pessoas De Acreditar Em Algo


Mensagem pré-série:


Receba Nossas Atualizações Por Email!